fbpx

Lia Moreira Figas aproveita ambientes digitais como o Youtube e o seu próprio blog para chamar a atenção dos alunos para as aulas de Matemática

Tornar as aulas de Matemática mais divertidas pode parecer difícil à primeira vista, mas com criatividade e um olhar inovador, muitos professores estão se tornando verdadeiros heróis em sala de aula, transformando a aprendizagem da disciplina em momentos mais descontraídos e envolventes. Foi pensando em se aproximar ainda mais dos alunos que Lia Moreira Figas, professora de Matemática na Escola Paraíba (CIEP), no Rio Grande do Sul e especialista em Educação a Distância, conquistou centenas de seguidores no Youtube e em seu blog. A receita? “Sair da zona de conforto e ir ao encontro do novo”, conta ela.

Confira a entrevista especial da professora Lia para a Revista TecEduc!

Revista TecEduc – Como surgiu a ideia de utilizar a tecnologia como apoio didático para a disciplina de Matemática?
Professora Lia – Sempre busquei inovar nas minhas aulas, seja com jogos, gincanas ou brincadeiras para que elas ficassem mais divertidas e para trazer os alunos para junto da Matemática, que é bela. Reparei que estava dando certo e que os alunos ficariam mais entusiasmados. Ao mesmo tempo, também reparei que os alunos do século 21 estão o tempo todo conectados através do celular, tablets e computadores, entre outros. Então, vi a necessidade de me aproximar mais deles para que se interessassem ainda mais pela disciplina: criei um blog. No início, publicava apenas atividades de reforço, jogos e fotos deles. Começou a dar certo porque quando eles entravam no blog para ver suas fotos, acabavam vendo curiosidades e jogos de Matemática.

Revista TecEduc – A sua especialização em Educação a Distância contribuiu para o início dessa história de sucesso?
Professora Lia – Quando comecei a fazer minha primeira especialização, em Educação a Distância, me apaixonei. Comecei a aplicar o que aprendia na especialização, publicando mais novidades no blog para que os alunos participassem mais. Criei fóruns, datas, provas de trabalhos e, para complementar o conteúdo já visto em sala de aula, tive a ideia de realizar as videoaulas. Posso dizer que é um sucesso entre alunos e pais. Ao longo do tempo fui publicando trabalhos que eles realizavam no blog, como vídeos para explicar porcentagem e fotonovelas. O que chama muito a atenção deles são as provas online que realizo a cada semestre.

Revista TecEduc – Como professora, quais são os seus principais objetivos pedagógicos em compartilhar conteúdos curriculares no seu blog e em seu canal no Youtube?
Professora Lia – Integrar e conectar os conhecimentos dos alunos através de novas ferramentas, utilizando os conhecimentos dos próprios para a aplicação de uma linha pedagógica diferenciada. Nela, o aluno tem uma participação ativa na construção do conhecimento, se adequando ao trabalho da disciplina de Matemática usando o celular, a Internet, o blog, o Youtube, o WhatsApp e o Facebook como ferramentas pedagógicas.

Capturar1

 

Revista TecEduc – Como são gravados os vídeos? Você alia a sua metodologia da sala de aula com os conteúdos inseridos nesses canais digitais?
Professora Lia – As videoaulas são feitas na sala de aula depois que todos os alunos vão embora. Coloco uma câmera em cima de duas mesas empilhadas, gravo e depois levo para casa para fazer a edição. Os conteúdos das minhas videoaulas são exatamente o que estou vendo com eles em sala, pois criei o blog e o canal no Youtube para trabalhar com meus alunos. Recebo muitos acessos de alunos de outras escolas e isso me deixa muito feliz, pois são canais acessíveis para todos.

Revista TecEduc – E a receptividade dos alunos em relação ao blog e ao Youtube, como avalia? Arriscaria dizer qual dos dois meios faz mais sucesso entre eles?
Professora Lia – Todo início de ano letivo, quando me apresento para os alunos, já falo do blog e do canal no Youtube, conto um pouco sobre o meu trabalho e que eles irão participar. Rola uma emoção em sala de aula, principalmente por causa do Youtube, pois hoje uma das principais tendências no ambiente visual são os vídeos – que viraram febre entre os adolescentes – mas o blog acaba fazendo um grande sucesso também, pois gostam de se ver na Internet e acabam vendo muitas coisas interessantes e didáticas para apoiar o conteúdo que é visto em sala de aula. Como os alunos passam muito tempo na Internet, a cada hora que eles ficam conectados, se passarem 10 minutos pelo meu blog e pelo canal do Youtube já é de grande valia para mim.

Revista TecEduc – Quais são os principais pontos positivos da sua história de sucesso que amplia o ambiente da sala de aula? E os principais desafios?
Professora Lia – O trabalho que venho realizando junto aos alunos vem despertando o interesse por parte deles sobre os conteúdos de Matemática. Trabalho com Internet, celular, vídeos, blog, entre outros, e através dessas tecnologias, um dos principais pontos positivos foi o aparecimento dos familiares dos alunos em meio às produções audiovisuais. Sendo assim, a atividade se mostrou capaz de mobilizar os grupos familiares em questão. Acredito que o principal desafio é que cada vez mais tenho que me atualizar e continuar fazendo cursos, pois a nova geração de alunos já não tem as mesmas percepções e nem os mesmos interesses que os alunos de trinta anos atrás.

Revista TecEduc – Quais são as suas dicas para os educadores iniciantes na área da tecnologia e que gostariam de compartilhar suas aulas através das diversas possibilidades oferecidas pela Internet?
Professora Lia – Não existem métodos ou ferramentas infalíveis, mas sim algumas estratégias que podem nos ajudar a começar a trabalhar a tecnologia com os alunos. O professor deve sair da sua zona de conforto e ir de encontro com o novo. Deve ter como dever estar em constante aprendizado, procurando sempre se atualizar, seja fazendo cursos de extensão e também usando sites de buscas para encontrar o que deseja.

Foto em destaque: arquivo pessoal de Lia Moreira Figas.

Para acessar o blog da professora Lia, clique aqui.

E você, educador, também conta com uma história de sucesso e gostaria de compartilhar com a comunidade escolar de todo o país? Envie seu depoimento na área “De educador para educador” aqui no site da Positivo Informática Tecnologia Educacional. Esperamos você!