fbpx

Com base na pesquisa TIC Kids Online Brasil 2014, apresentamos quatro dicas importantes para o educador que quer inovar em sala de aula

Em homenagem ao Dia do Estudante, comemorado em 11 de agosto, apresentamos alguns insights da TIC Kids Online Brasil 2014, divulgados no fim do mês de julho pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br).

Realizada com jovens entre 9 e 17 anos, pais e responsáveis, a pesquisa mostra, entre outros, que é cada vez maior o consumo das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) por crianças e adolescentes. Com isso, anualmente, a pesquisa ajuda a traçar o perfil do estudante brasileiro quanto ao uso das tecnologias nessa faixa-etária.

Para aproveitar os resultados revelados pela pesquisa em favor da dinâmica escolar, elaboramos quatro dicas que podem ajudar gestores e educadores a utilizarem da melhor forma as tendências de uso das tecnologias também dentro das escolas.

Confira os principais dados revelados pela pesquisa, veja como aproveitá-los em sala de aula e fique por dentro do perfil do estudante da Era Digital!

tabela8
Evolução no ensino e aprendizagem

O perfil dos estudantes geralmente acompanha a evolução da sociedade da qual pertencem. Se fizermos uma viagem no túnel do tempo, certamente encontraremos jovens acostumados com recursos pedagógicos mais tradicionais, como livros, cadernos e enciclopédias.

O estudante da Era Digital
Hoje, esses perfis mudaram e a vontade de aproveitar a tecnologia em sala de aula é um ponto comum entre eles, que estão cada vez mais conectados. “Acho muito importante o uso da tecnologia em sala de aula, pois facilita muito a vida dos alunos”, avalia o estudante Diego Dumsch de Aragon Ferreira, de 14 anos. Já a estudante Julia Machado Maluf, de 15 anos, gostaria de utilizar a tecnologia em sua rotina escolar. “Fazer tarefas e trabalhos seria melhor e mais rápido”, pontua.

Para conferir a pesquisa na íntegra, clique aqui.

E você, educador, já aplica as novas tecnologias em sala de aula? Deixe o seu depoimento aqui!