fbpx

FabLabs: um novo conceito para você ficar por dentro!

por | 08 / mar / 19 | Inovação e Tendências

Nossa equipe esteve na última Campus Party (realizada em São Paulo – SP) e uma palavra nos chamou a atenção por lá: ‘’FabLabs’’. De workshops a palestras e mesas abertas, o conceito dominava a programação do evento focado em tecnologia e inovação. Mas o que, na prática, significa esse termo?

Um FabLab ou na tradução ‘’Fabrication Laboratory’’ nada mais é do que um laboratório de fabricação digital, espaço criado para estimular a criatividade, o conhecimento, a ‘’mão na massa’’ e o aprender diferente. Tem virado, inclusive, sinônimo de maker space ou espaço maker, mas tem algumas diferenças entre um conceito e outro. 

O Blog Fazedores resume perfeitamente a definição e composição de um FabLab: 

”É um makerspace, porém com algumas regras específicas. Todo FabLab precisa ter no mínimo 5 tipos de máquinas: impressoras 3D, cortadora à laser, cortadora de vinil, CNC de precisão de pequeno porte e CNC de grande porte. É necessário também ter um dia aberto ao público, para poderem usar as máquinas. Há uma fundação mundial de FabLabs, a FabFoundation, que dita as regras da comunidade global de FabLabs. Nos dias abertos, sempre há alguém responsável por ensinar você a usar as máquinas, mas lembre-se, eles não farão o seu projeto, apenas irão te ensinar a manusear as máquinas, para evitar acidentes e te permitir criar o que você quiser.”

Estamos vivenciando a era da Educação 4.0 e ela nos cobra novas habilidades e conhecimentos. Um FabLab ou um espaço maker permite que alunos, dentro do contexto escolar, transformem ideias em realidade e lidem com resolução de problemas e criação de projetos diversos. 

Esse ambiente foge de um laboratório de informática – e vai muito além disso.

Um espaço maker pode ter soluções de tecnologia e inovação como cortadoras a laser, impressoras 3D, ferramentas de marcenaria e/ou mecânica, computadores e robôs, assim como os FabLabs. Também pode reunir área específica para pitchs, mesas colaborativas, puffs e o que tornar o trabalho eficiente e mais produtivo. O termo é muito usado na indústria, mas faz muito sentido em termos de educação, concorda?

 

O que oferecer em um espaço como esse na sua escola?

  • Aulas de coding e programação de robôs e aplicativos, por exemplo. Veja o benefício dessa atividade.
  • Cursos para capacitação de alunos, de diferentes níveis de ensino.
  • Prototipação e projetos interdisciplinares, em que alunos produzem diversos tipos de objetos, e em diferentes escalas.
  • Experimentação com ferramentas novas do mercado.
  • Unir conceitos de STEAM à tecnologia de fabricação digital, eletrônica, técnicas tradicionais e práticas artísticas.

Benefícios que um espaço de inovação traz aos estudantes:

  • Desenvolvimento de projetos: local onde a ideia é desenvolvida, desde o conceito até o protótipo.
  • Aprender de maneira interdisciplinar, com atividades integradas que unem conceitos de várias disciplinas.
  • Acesso a novas tecnologias como BBC micro:bit, soluções de robótica, impressoras 3D, etc.
  • Possibilidade de trabalhar em grupos e desenvolver empatia, colaboração e cooperativismo, características importantes nos dias de hoje.

Veja alguns exemplos de FabLab pelo mundo:

Confira algumas ideias para realizar atividades maker:

por | 08 / mar / 19 | Inovação e Tendências

O que acha de oferecer atividades maker na sua escola? Fale com nossa equipe e conheça o Inventura, uma solução educacional para realizar projetos exponenciais.  

Schood e Positivo Tecnologia recebem prêmio por inovação

Entrega da premiação do Anuário Tele.Síntese de Inovação em Comunicação 2019", aconteceu em São Paulo (SP) e reuniu grandes nomes da tecnologia. Nos representando estavam: Rebeca Barbalat, diretora de Produtos, e Thyago Taher, gerente de Produtos.  No início do mês de...