fbpx

por | 01 / set / 20 | Aprimora, Giro TE

Instituições que já utilizavam a ferramenta no formato presencial, encontraram na plataforma de ensino adaptativo uma aliada na modalidade remota

Com as salas de aulas vazias há mais de 150 dias, as escolas precisaram se reinventar para continuar promovendo o aprendizado contínuo dos alunos. Entretanto, algumas delas já haviam encontrando na tecnologia – mesmo antes da pandemia – uma aliada para promover o ensino personalizado. É o caso do Colégio Adventista Centenário em Curitiba.

A diretora da instituição, Elisa Castilho, conta que mesmo antes do cenário de distanciamento social os alunos do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental já utilizam o Aprimora um ecossistema de ensino adaptativo.

“Já utilizamos a tecnologia do Aprimora com muita frequência, os alunos gostam muito da ferramenta e os professores também, porque eles consegue os recursos para o Ensino da Língua Portuguesa e da Matemática”, comenta Elisa.

Por isso, quando as aulas presenciais foram suspensas a escola já sabia qual ferramenta iria utilizar para apoiar o ensino a distância dos alunos nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática. “A primeira ferramenta que nós pensamos foi o Aprimora, até os pais perguntavam ‘e as aulas vão ser no Aprimora?’”, explica a diretora.

O Aprimora tem como proposta justamente oferecer uma trajetória de aprendizagem individualizada e que acompanhe o desenvolvimento cognitivo de cada aluno, o que segundo a diretora, atende exatamente as necessidades também para o momento atual. “Utilizamos antes da Covid-19 e agora para o ensino remoto e entendemos que a escolha desta ferramenta tecnológica foi muito assertiva para nós”, completa.

A coordenadora do Colégio Adventista Centenário, Mêire Medeiros, fez questão de reforçar que o Aprimora é um recurso bem completo e em tempo de pandemia tem ajudado muito. “O Aprimora nos oferece o relatório em tempo real. É uma ferramenta com atividade on-line que conta com lista de exercícios que os alunos podem realizar para rever os conteúdos. As revisões são realizadas quinzenalmente em nossa escola e também esse recurso nos oferece as avaliações diagnósticas com resultados precisos”, detalha.

ASSISTA O DEPOIMENTO DO COLÉGIO ADVENTISTA

 

Mas não é só no Colégio Adventista Centenário que o Aprimora se tornou um grande aliado no ensino a distância. O Colégio Sagrado Coração de Jesus, da Rede Verzeri, de Ijuí, no Rio Grande do Sul, também utiliza o Aprimora para as turmas do Ensino Fundamental I e II e, durante esse período de aulas remotas, encontrou na ferramenta uma importante aliada.

“Nesse período da pandemia continuamos a desenvolver as atividades de Língua Portuguesa e Matemática oferecidas pelo Aprimora. O aplicativo tem sido mais um importante recurso que auxilia na aprendizagem dos educandos. As atividades realizadas são encaminhadas nos estudos domiciliares, tarefas agendadas e também na aula on-line”, explicam as coordenadoras pedagógicas da instituição para Ensino Fundamental I e II, respectivamente, Juliana Biniek Kusiak Schenk e Márcia Regina dos Santos.

Certamente podemos afirmar que o APRIMORA é imprescindível no desenvolvimento de nossa proposta pedagógica.

Coordenadoras pedagógicas do Colégio Sagrado Coração de Jesus Juliana Biniek Kusiak Schenk e Márcia Regina dos Santos.

Para elas, o Aprimora é uma ferramenta pedagógica que auxilia aos alunos no desenvolvimento das habilidades referentes a cada conteúdo trabalhado. “Isso porque ele é envolvente e de fácil compreensão e realização. Os alunos reforçam suas aprendizagens de uma maneira lúdica e de acordo com as suas individualidades”, acrescentam.

O Colégio Teresa Verzeri, de Santo Ângelo, também no Rio Grande do Sul,  também utiliza a ferramenta e fez questão de contar como o Aprimora tem apoiado os alunos e a escola nesse momento. “Considero o Aprimora um valioso aliado nas aulas de Língua Portuguesa, pois me permite incrementar minha prática pedagógica e ainda proporcionar aos alunos atividades diversificadas. A questão da ferramenta possibilitar a programação de atividades e avaliações potencializa seu uso e, dessa forma, consigo equalizar a quantidade de atividades passadas aos alunos”, destaca a professora da instituição, Elisa Dalenogare.

Já para a professora Maisa Cristina Carvalho, do Colégio Nossa Senhora Aparecida, em São Paulo, o Aprimora é muito útil e tem feito a diferença. “O aluno que usa tem um ganho que dá pra perceber. Quando vamos aplicar a matéria o aluno fala: ‘eu fiz no Aprimora, fiz um exercício, vi um vídeo’, ele está familiarizado, chega sabendo do que estamos falando”, conta.

Maisa comenta que o Aprimora pode ser usado dentro da metodologia da sala de aula invertida, “assim ele tem acesso ao conteúdo previamente”, completa.

 

“O Aprimora agrega muito valor para a escola e falar de Aprimora é comigo mesmo”

Maisa Cristina Carvalho professora do Colégio Nossa Senhora Aparecida

A ferramenta também pode ser utilizada de forma avaliativa e ainda criar uma competição sadia entre os alunos. “Temos um ranking com quem respondeu mais e os alunos ficam super animados e interagindo entre si. Fazemos até uma premiação para os melhores colocados no ranking o que tem estimulado bastante a participação”, comenta.

 

Aprimora para todas as formas de ensino

Para o retorno das aulas presenciais a escola precisará implantar um sistema de rodízio entre os alunos, para garantir a saúde e bem-estar da comunidade escolar, por isso o Aprimora pode ser um importante aliado para proporcionar o aprendizado individualizado, intuitivo e autônomo.

 

A distância, híbrido ou presencial: o Aprimora apoia o aprendizado e a evolução dos alunos. 

 

O Aprimora contribui para minimizar as diferenças ao dar condições para que os alunos evoluam no seu ritmo, de forma sustentável, e para que o professor acompanhe o progresso de cada um, ainda que a distância. Com o ecossistema, os alunos evoluem no seu ritmo, aprendem de forma mais efetiva, ao mesmo tempo que os professores podem acompanhar em tempo real os pontos de atenção que devem reforçar com cada um.

Quer apoiar o aprendizado dos alunos de forma individualizada?

por | 01 / set / 20 | Aprimora, Giro TE

Covid-19: acelerando o futuro da educação

Entender todos os papéis que compõem o sistema educacional, a relação dos alunos com a escola, a formatação de uma pedagogia mais atual e as novas formas de se desenvolver produtos são algumas das heranças que período vai deixar As evoluções tecnológicas estão...